17/05/2022
spot_img
InícioNotíciasFique atento: roubo de pets cresce entre as raças mais caras

Fique atento: roubo de pets cresce entre as raças mais caras

Já não é incomum ver histórias na televisão e nas redes sociais, sobre tutores cujos animais de estimação foram roubados durante uma caminhada ou mesmo dentro de suas próprias casas.

Devido à sua venda irrestrita, muitos animais de estimação, especialmente raças pequenas como Shih-Tzu, Maltês e Yorkshire Terrier, são muito procurados por ladrões.

Alguns bandidos usam os cães para arrecadar dinheiro para um resgate, que é oferecido por vários tutores desesperados para recuperar seu animal de estimação ou para criar os peludos – principalmente fêmeas – a fim de vender os filhotes.

Devido ao aumento da demanda por animais de estimação durante a pandemia e a alta de preços resultante, os criminosos consideram o roubo de cães uma maneira fácil de ganhar muito dinheiro.

Assim, também vale ressaltar a importância de pesquisar a procedência do animal, e se o vendedor é um criador de boa reputação caso prefira comprar um animal ao invés de adotar.

Algumas dicas são importantes para evitar roubos de cachorros

Desconfie de estranhos que perguntam sobre a idade, raça e outras características do cão.

Ter um animal de estimação castrado reduz o interesse criminal, pois eles não podem usar o animal para vender futuros filhotes.

Nunca deixe o cão sozinho em qualquer local, independentemente de quão seguro pareça.

Esteja sempre alerta durante os passeios, evitando distrações como usar o celular.

Veja também: Siga nossas dicas para saber como resgatar um cachorro de rua

Manter visível a identificação do animal é importante

Uma coleira com as credenciais do animal é fundamental, não só para proteger o animal de roubo, mas também para ajudar na identificação caso o animal se perca.

Coleiras com etiquetas de identificação que incluem o nome do proprietário e informações de contato; alguns especialistas desaconselham a inclusão do nome do animal, pois isso torna mais fácil para os criminosos atrair o animal chamando seu nome.

Entre as identificações, recomenda-se indicar que o cão já foi castrado; isso reduz significativamente a probabilidade de o animal ser roubado, pois a motivação principal para o roubo não existirá mais.

Além disso, a castração ajuda a prevenir uma variedade de doenças, incluindo câncer de mama.

O tutor deve ter sempre fotos do animal de todos os ângulos possíveis para auxiliar na identificação caso seja necessário.

Se o animal tiver o pelo raspado ocasionalmente, vale a pena ter fotos do animal com o pelo mais comprido e o mais curto. Além disso, o tutor deve tomar nota de quaisquer marcas distintivas no corpo do animal.

Junto com as fotos do animal sozinho, será necessário tirar selfies com o animal para estabelecer quem é o verdadeiro dono.

Mesmo se você estiver em casa, tenha cuidado

Sempre mantenha o portão trancado e o cachorro visível; nunca deixe o animal sem vigilância do lado de fora.

Os ladrões de cães são particularmente atraídos para jardins frontais com paredes baixas ou grades e portões fáceis de pular.

Se possível, instale sinos ou placas que soem quando o portão for aberto, bem como câmeras de vigilância equipadas com sensores de movimento.

Cuidados necessários durante os passeios

Quando você estiver passeando com o cachorro e um estranho começar a perguntar sobre o animal, abaixando-se para acariciá-lo ou até mesmo diminuindo a velocidade do veículo ao seu lado, mantenha distância.

Evite repetir a mesma rota ou horarário que faz diariamente. Passar constantemente no mesmo local e na mesma hora pode facilitar muito a vida de quem tiver interesse em roubar o animal.

Evite andar sozinho sempre que possível; além de ser mais relaxado, passear com outra pessoa – tanto para o tutor quanto para os cães – tornará as caminhadas mais seguras.

Mantenha o foco no caminho o tempo todo e evite ao máximo as distrações do celular, mesmo que seja para tirar fotos enquanto caminha, ou de seu animal de estimação curtindo o caminho.

Se precisar parar para fazer uma compra, nunca deixe o animal sozinho do lado de fora, por mais seguro que a vizinhança pareça – lembre-se de que alguns animais são roubados pelo portão da casa, tornando o filhote um alvo fácil para pessoas mal-intencionadas.

Veja ainda: Seu cachorro é um fujão? Veja dicas para resolver isso

Evite deixar o animal sozinho no seu veículo

Se sair de carro, nunca deixe o animal sozinho no veículo. Além de ser extremamente prejudicial à saúde do animal, coloca em risco a vida do animal e até tipifica maus tratos. Um ladrão pode facilmente roubar o animal – e até transportá-lo para o carro com ele.

“Meu cachorro é tão comportado que nem preciso de uma coleira!” Muitos tutores acreditam nisso, e eles não poderiam estar mais incorretos.

Para permitir um pouco mais de liberdade ao seu animal de estimação, use guias mais longas, mas nunca as liberte completamente.

Mesmo que o animal seja educado que está sempre ao lado do tutor, algo inesperado pode assustar o cão, fazendo-o fugir e correr o risco de se perder ou mesmo ser atropelado.

Implementação de chip no cachorro seria o ideal

Embora esse tipo de item ainda seja incomum – e caro – no Brasil, considere a implantação de um microchip no animal de estimação, que ajudará na identificação do animal caso ele se perca.

Outro item interessante é o uso de coleiras equipadas com rastreadores GPS; isso torna mais fácil localizar um animal de estimação perdido.

É praticamente impossível não inundar o Instagram ou o Facebook com fotos de animais de estimação, mas tome cuidado! Evite compartilhar informações irrelevantes nas redes sociais, como seu endereço ou local de trabalho, com qualquer pessoa. Por mais difícil que seja hoje em dia, a privacidade está se tornando cada vez mais escassa.

Quando for passear, não informe ninguém antes de voltar para casa. Ao postar fotos, desfoque quaisquer sinais ou marcas que possam ser usados ​​para identificar o local.

Se um estranho virtual começar a perguntar sobre a idade, sexo ou raça do animal, suspeite.

Tenha cuidado ao deixar o animal aos cuidados de outros

Todos os cuidados necessários caso seja preciso deixar o animal com outra pessoa, seja em viagem ou se precisar de um andador para acompanhar o animal.

Quando isso não for possível, deve ter precaução devido a uma variedade de fatores.

O melhor a fazer é buscar sempre uma empresa idônea e qualificada no mercado; o tutor deve sempre ler todas as referências cuidadosamente antes de contratar os serviços.

O que fazer caso tenha seu animal roubado

Sem hesitar, se houver alguma suspeita de que o animal foi roubado, o responsável deve entrar em contato com a polícia imediatamente. É fundamental solicitar o registro como roubo e não como animal perdido.

Se o animal estiver com microchip, é fundamental atualizar os dados que indicam roubo; se alguém tentar modificar os dados do chip, o tutor será notificado.

O tutor deve visitar os locais onde costuma passear com o animal e perguntar aos moradores se alguém o viu lá ou avisá-lo se o fizerem.

Crie cartazes com a imagem do cachorro e distribua-os em áreas próximas de sua casa ou em áreas onde o animal possa ter ido em caso de fuga.

Além disso, tire fotos em locais como clínicas veterinárias e lojas de animais.

Relate o desaparecimento ou roubo do animal nas redes sociais e peça ajuda a amigos para compartilhar também.

Comunique a perda em tantos sites / perfis em plataformas de mídia social quanto possível dedicados a animais desaparecidos.

Entre em contato com abrigos de animais da cidade e ONGs de proteção animal para determinar se o animal perdido não foi descoberto e levado para um desses locais.

Veja também: Saiba como os cachorros expressam “Eu te amo” e se surpreenda

Rate this post
Renan Bernardihttps://cachorrolegal.com
Renan Bernardi é o tutor da cachorrinha "Laika". Também é jornalista e analista de conteúdos, formado em marketing pela EACH-USP, sendo uma das pessoas responsáveis por atualização de canais de comunicação do portal www.cachorrolegal.com. Renan integra o time de Marketing & Operações especializado em conteúdos sobre animais e outros assuntos relevantes, para todos os amantes do mundo pet.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES