17/05/2022
spot_img
InícioNotíciasDistúrbios comportamentais dos cachorros se assemelham aos humanos

Distúrbios comportamentais dos cachorros se assemelham aos humanos

Apenas pense sobre isso, em quantas vezes notou que seu cachorro se parece com você em alguns aspectos?

Ah sim, mais uma coisa que inclusive vamos falar nesse artigo, a respeito da personalidade do seu cachorro que pode ser influencidado por você.

Então, está curioso não é? Siga a leitura para descobrir tudo!

Bem, vamos começar falando de um novo estudo, conduzido pela Universidade de Helsinque, na Finlândia.

Os estudiosos descobriram evidências abrangentes, sobre os distúrbios comportamentais dos cachorros que se assemelham muito aos humanos.

Dentre as descobertas, especificamente o Transtorno de Déficit de Atenção / Hiperatividade (TDAH) e o Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC).

Em humanos, distúrbios comportamentais como o TDAH andam de mãos dadas com o TOC. Freqüentemente, eles se manifestam de uma vez ou um como resultado do outro.

Para os cães, o estudo concluiu que é o mesmo. E, curiosamente, nosso estudo desses distúrbios comportamentais em cachorros pode nos ajudar a compreender distúrbios semelhantes em humanos.

Os cachorros ajudam os humanos a compreender comportamentos

Vários estudos sobre cachorros informaram muito tanto o comportamento humano quanto a história.

Nesse caso, nossos comportamentos compartilham em alto grau as semelhanças com os dos cães.

Na verdade, podemos até aprender mais sobre eles por meio de nossos companheiros caninos. Uma revelação em tanto, não é?

“Os cachorros compartilham muitas semelhanças com os humanos, incluindo características fisiológicas e o mesmo ambiente”, diz Sini Sulkama, pesquisadora de doutorado envolvida no estudo.

Por exemplo, o TOC se manifesta em cães como perseguição incessante da cauda, ​​lambidas perpétuas de superfícies ou de si mesmas e / ou longos períodos olhando para aparentemente nada.

“As descobertas sugerem que as mesmas regiões cerebrais e vias neurobiológicas regulam a atividade, impulsividade e concentração em humanos e cães.

“Isso reforça a promessa de que os cachorros são uma espécie modelo no estudo do TDAH. Em outras palavras, os resultados podem tornar mais fácil identificar e tratar a impulsividade e desatenção canina, bem como promover a pesquisa do TDAH ”, conclui Sulkama.

Saiba mais: Por que os cachorros colocam a cabeça para fora das janelas dos carros?

Como a solidão e a inatividade aumentam esses comportamentos

Para seu estudo, a equipe de Helsinque examinou mais de 11.000 cães.

Os resultados concluíram que a atenção, a quantidade de tempo gasto sozinho e os exercícios são fatores importantes para os distúrbios comportamentais caninos.

Além disso, isso era predominantemente verdadeiro em filhotes e cachorros adultos machos.

“As observações correspondentes relacionadas à idade e ao sexo em conexão com o TDAH também foram feitas em humanos”, afirmou a Dra. Jenni Puurunen no relatório.

“Como animais sociais, os cachorros podem ficar frustrados e estressados ​​quando estão sozinhos, o que pode ser liberado como hiperatividade, impulsividade e desatenção”, relatou Sulkama.

Leia ainda: Seu cachorro abana a cauda para a direita ou para a esquerda?

Como a raça de cachorro influencia os distúrbios comportamentais caninos

De acordo com o estudo, as raças de cachorros também influenciam não apenas na forma como os humanos interagem com seus cães.

As características de uma raça específica e a evolução dessas características ao longo de várias gerações podem evoluir para características comportamentais.

“Hiperatividade e impulsividade por um lado, e boa concentração por outro, são comuns em raças criadas para o trabalho, como o pastor alemão e o Border Collie”, relatou o professor Hannes Lohi.

“Por outro lado, uma disposição mais calma é considerada um benefício em raças populares como animais de estimação ou cães de exibição, como o Chihuahua, o Collie de Pêlo Comprido e o Poodle, tornando-os companheiros mais fáceis no dia a dia.”

Você pode encontrar uma análise abrangente das descobertas da Universidade de Helsinque na revista Translational Psychiatry.

Você tem alguma experiência com distúrbios comportamentais em cachorros? Você notou algum paralelo entre seus próprios traços comportamentais e os do seu cachorro? Deixe-nos saber nos comentários abaixo.

Se preferir também pode compartilhar esse conteúdo nas redes sociais: FacebookInstagramTwitter e Pinterest.

Veja também: Qual a melhor raça de cachorros para donos de primeira viagem?

Rate this post
Renan Bernardihttps://cachorrolegal.com
Renan Bernardi é o tutor da cachorrinha "Laika". Também é jornalista e analista de conteúdos, formado em marketing pela EACH-USP, sendo uma das pessoas responsáveis por atualização de canais de comunicação do portal www.cachorrolegal.com. Renan integra o time de Marketing & Operações especializado em conteúdos sobre animais e outros assuntos relevantes, para todos os amantes do mundo pet.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES