17/05/2022
spot_img
InícioDicas para cachorroCachorro pode tomar sorvete? Descubra quais os melhores alimentos

Cachorro pode tomar sorvete? Descubra quais os melhores alimentos

Não é verdade que nossos animais de estimação têm uma maneira de nos fazer cumprir todos os seus desejos? Então, será que cachorro pode tomar sorvete?

Vemos aqueles olhinhos brilhando em nossa comida quando comemos. Como resultado, surgem várias questões, como se dar sorvete para cachorro é prejudicial ou se devemos permitir que nossos animais de estimação comam.

Pensando nisso, criamos uma seção especial sobre a dieta dos bichinhos e o que o tutor pode fazer para evitar que o bichinho fique doente, incluindo instruções sobre como fazer ração e quais produtos prontos fazem bem à saúde.

Quais alimentos mais indicados para cachorro?

Os animais, principalmente os cachorros, têm uma preferência maior por produtos com gosto de carne devido aos receptores gustativos.

Como resultado, as rações e guloseimas são frequentemente baseadas no item favorito deste animal.

O animal percebe a comida e instintivamente quer um pedaço porque percebe que o tutor a está comendo.

É importante lembrar que os animais de estimação são altamente influenciados pelas emoções de seu ser humano favorito e, assim, eles solicitarão comida nas refeições, mas provavelmente a rejeitarão devido à sua preferência por carne.

Cachorro pode tomar sorvete? Saiba os perigos da alimentação humana

Os alimentos processados ​​são ricos em sódio e gordura e, como resultado, são prejudiciais à saúde do seu animal de estimação, causando sobrepeso e obesidade.

É fundamental que o tutor esteja sempre atento aos produtos que contenham leite, pois podem causar dores e desconforto intestinal.

As frutas, por outro lado, são excelentes para a saúde do seu cão e podem ser utilizadas em receitas de sorvetes para cães.

No entanto, nem todos são permitidos no mundo dos animais de estimação porque podem causar envenenamento, dor e até doenças renais. Uva, carambola e abacate são apenas alguns exemplos de frutas proibidas.

Quer saber se cachorro pode tomar sorvete? Então siga a leitura!

Alternativas de mimos para animais de estimação

Mantenha sua compostura; existem maneiras de aumentar a ingestão de ração e deixar todos felizes.

Aqui estão algumas idéias de receitas, como um sorvete para cachorro e tipos de produtos para animais de estimação. Mas lembre-se de que nada supera um bom croquete, e as guloseimas devem ser usadas como bônus.

Receitas feitas do zero

Quando se trata de cozinhar para o seu animal de estimação, há algumas coisas a ter em mente.

Após aprovação do veterinário, a receita deve ser feita sem açúcar, com pouquíssimo sal, quase sem temperos, e apenas com ingredientes que o animal pode comer (alho e cebola, por exemplo, não são bons).

Veja ainda: Será que um cachorro pode comer uva? Entenda os riscos!

Por exemplo, o tutor pode adicionar vegetais à dieta do animal. Mesmo que sejam crus, é preferível prepará-los como purê, mas podem ser servidos em pedaços pequenos, desde que respeitadas as orientações dos temperos.

As cenouras são as favoritas dos animais e são ricas em nutrientes que os beneficiam.

Afinal, cachorro pode tomar sorvete?

Sim! Essa é a resposta, porém, existe receita de sorvete para cachorro que é uma ótima maneira de se refrescar no verão.

O tutor deve descascar os frutos permitidos, retirando sementes e folhas, a seguir amassá-los com água antes de congelá-los em moldes. Você também pode congelar a fruta e alimentar seu animal de estimação.

O sorvete é uma forma muito criativa de preparar um lanche para um animal de estimação que não gosta de frutas.

Para fazer isso, o tutor simplesmente precisa misturar a comida úmida com água em um liquidificador e congelar a pasta resultante.

Para mimar o seu animal de estimação, pode usar a sua imaginação e adquirir moldes em formatos divertidos.

Leia ainda: Descubra qual é a raça de cachorro mais antiga do mundo

Itens amigos dos animais

Você já deve ter notado, além dos tradicionais bifes e biscoitos, panetones, bolos e até cervejas feitas especificamente para os animais, e se perguntou se eles eram seguros para comprar.

Sim, esses produtos são seguros e não contêm ingredientes potencialmente prejudiciais, como chocolate.

Esses itens, que possuem sabores relacionados à carne, frango e peixe, são projetados para agradar o paladar dos animais de estimação e podem ser usados ​​para colocar o animal em um contexto festivo, como no Natal.

Confira aqui: Dicas práticas para ensinar seu cachorro a fazer necessidades no lugar certo

Brinquedos e lanches interativos

Se você é o tipo de tutor que gosta de incorporar a criatividade na rotina diária do seu animal de estimação, os brinquedos interativos são uma ótima opção.

Existem vários modelos disponíveis, incluindo bolas e ossos pequenos. Eles ajudam a distrair o animal de estimação e fazer com que ele gaste muita energia.

O principal benefício desses brinquedos é que você pode enchê-los com lanches, e seu animal de estimação gastará muito tempo tentando tirá-los. Isso limita o quanto ele come e mantém sua dieta equilibrada e saudável.

Veja ainda: O que fazer se o cachorro não gostar de brinquedos – Descubra!

Lembre-se de acrescentar uma rotina de atividade física

Uma rotina de exercícios físicos é a melhor aliada da alimentação saudável, pois evita que o animal se torne sedentário.

Isso, além de ser divertido e fortalecer o vínculo entre o tutor e o animal de estimação, também ajuda a prevenir futuras doenças.

Quando se trata de se exercitar com seu animal de estimação, você pode ser tão criativo quanto quiser.

Uma rotina simples de caminhadas curtas perto de suas casas é suficiente para melhorar significativamente sua saúde.

Jogos de salão também são bem-vindos! Crie um método apropriado para o animal de estimação e que ele goste tanto quanto você.

Leia mais: Saiba o que fazer quando os seus cachorros se estranhem

 

A importância de consultar um veterinário

É fundamental ter um veterinário familiarizado com as receitas aprovadas de rações para cães e gatos.

Caso o animal tenha uma reação alérgica a um determinado alimento, o profissional poderá auxiliá-lo, recomendando os remédios e tratamentos adequados.

Ele também pode auxiliar o tutor no estabelecimento de uma dieta balanceada, indicando a melhor ração para as características específicas do animal, bem como quais lanches podem ser incluídos nessa rotina alimentar saudável.

Se gostou de nosso conteúdo, compartilhe: FacebookInstagramTwitter e Pinterest.

Veja também: Tudo que você precisa saber antes de levar cachorro ao shopping

5/5 - (1 vote)
Renan Bernardihttps://cachorrolegal.com
Renan Bernardi é o tutor da cachorrinha "Laika". Também é jornalista e analista de conteúdos, formado em marketing pela EACH-USP, sendo uma das pessoas responsáveis por atualização de canais de comunicação do portal www.cachorrolegal.com. Renan integra o time de Marketing & Operações especializado em conteúdos sobre animais e outros assuntos relevantes, para todos os amantes do mundo pet.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES