17/05/2022
spot_img
InícioCuriosidadesCuriosidades: saiba quanto tempo vive um Chihuahua

Curiosidades: saiba quanto tempo vive um Chihuahua

Quem nunca teve curiosidades de saber quanto tempo vive um Chihuahua? Afinal, esse é um dos mais fofos dentre as raças de cachorro!

Acredita-se que os Chihuahuas tenham séculos; adaptam-se perfeitamente a qualquer ambiente e seu sistema imunológico, sendo capaz de combater vírus e germes perigosos.

Origens e quanto tempo um vive um Chihuahua

Isso é confirmado por dados dos adestradores de cachorros, que indicam que raças minúsculas vivem muito mais do que cães grandes.

Isso ocorre porque os cachorros pequenos são menores em estatura, colocando menos pressão nas articulações e no coração.

Qual a origem do cachorro Chihuahua?

O Chihuahua, considerado uma das menores raças de cães do mundo, é nativo do estado de Chihuahua, no norte do México.

Embora o nome original da raça seja Chihuahueo, com o tempo tornou-se Chihuahua devido à ausência do som em outras línguas.

Apesar de sua pequena estatura e aparência de fragilidade, o Chihuahua é bastante poderoso e robusto, o que significa que pode viver uma vida longa.

Então, quantos anos vive um chihuahua típico?

De acordo com pesquisas científicas, a vida média de um chihuahua é de 12 anos, embora se acredite que o máximo seja 19 anos.

Em outras palavras, a maioria dos cachorros desta raça vive até os 15 anos de idade.

O principal fator para a longevidade dos cães minúsculos é sua pequena estatura. Isso resulta na redução do estresse exercido sobre o sistema cardiovascular e as articulações.

Isso ajuda os chihuahuas a evitar infecções graves que são prevalentes em animais de grande ou médio porte.

Confira mais: Veja 15 raças de cachorro que parece Pitbull – Confira!

Fatores que afetam a expectativa de vida de um Chihuahua

Massa do corpo

O peso normal de um chihuahua é entre 1,5 e 3 kg. Desvios da norma, como obesidade ou distrofia, aumentam a probabilidade de contrair doenças graves que reduzirão a vida do chihuahua.

Cuidados médicos

As inspeções preventivas do animal pelo veterinário em uma base regular auxiliam na detecção precoce e no tratamento de doenças.

Genética

Filhos de pais geneticamente saudáveis ​​têm maior probabilidade de adquirir as características genéticas benéficas de seus antepassados.

Condições e cuidados

A raça é destinada apenas para uso doméstico; tem medo de flutuações inesperadas de temperatura e frio extremo; exige cuidado e uma atitude carinhosa para consigo mesmo.

Nível de atividade

Qualquer organismo que é exposto a exercícios físicos modestos com regularidade leva uma vida longa e saudável.

O cachorro Chihuahua é diferente. O exercício físico auxilia na queima de gordura extra, no desenvolvimento dos músculos, no fortalecimento dos ligamentos e articulações e na manutenção da imunidade.

Vigilância e higiene

Procedimentos simples de cuidado e manutenção podem ajudar a evitar uma variedade de problemas:

  • Os olhos devem ser limpos.
  • As orelhas devem ser higienizadas.
  • Os cães devem ser banhados mensalmente.
  • As unhas devem ser cortadas a cada três a quatro semanas.
  • São necessárias inspeções diárias dos olhos, ouvidos e boca do Chihuahua.

Dieta

Embora o cachorro chihuahua tenha uma vida longa, uma dieta e cuidados adequados podem ajudar a aumentar sua expectativa de vida em vários anos e prevenir problemas de saúde.

A alimentação adequada para os filhotes é fundamental para o desenvolvimento dos ossos e de todos os outros sistemas.

O aumento de peso do filhote deve ser consistente e oportuno. Para fazer isso, ele deve obter as vitaminas, minerais e produtos químicos necessários.

Cães adultos precisam de pelo menos 30-50 gramas de alimento a cada refeição (apenas duas refeições por dia), com 50% dessa quantidade sendo proteína, 40% sendo carboidratos e 10% sendo gordura.

Portanto, a refeição deve ser balanceada, rica em nutrientes, rica em vitaminas e minerais, rica em energia e atender completamente às necessidades nutricionais do cão.

Saiba também: Cachorro marrom – Veja 21 raças e suas características

Tratamento para vermes

Todos os cachorros devem ser vermifugados como medida preventiva. É administrado a cada três meses na forma de comprimido ou suspensão.

A infecção helmíntica grave pode resultar em problemas nos principais órgãos do corpo: coração, fígado, pulmões e estômago.

Curiosidades saiba quanto tempo vive um Chihuahua (1)
Curiosidades – saiba quanto tempo vive um Chihuahua /Créditos da foto: Istockphoto

Quanto tempo pode viver um chihuahua com problemas médicos?

Embora agora saibamos que os chihuahuas vivem uma vida longa, devemos também abordar suas principais preocupações com a saúde.

Apesar de sua estatura diminuta, este cão pode sofrer de uma variedade de problemas de saúde, a maioria dos quais relacionados à idade.

A maioria das doenças é tratável, desde que os sintomas sejam descobertos precocemente e diagnosticados com precisão.

Na maioria das vezes, os membros desta raça são diagnosticados com:

  • Doenças do olho;
  • Problemas dentários;
  • Alergias;
  • Epilepsia;
  • Desordem gastrointestinal;
  • Patologia do sistema respiratório;
  • Condições da pele;
  • Resfriados e doenças transmissíveis;
  • Parasitas.

Além disso, existem ocorrências comuns de hidrocefalia, hipoglicemia, reumatismo e doenças dos sistemas músculo-esquelético e cardiovascular.

Apesar de sua saúde relativamente decente, um chihuahua não está imune às doenças e, portanto, requer cuidados especiais.

Leia ainda: Cores da raça de cachorro Lulu da Pomerânia – Confira!

Gastroenterite

Na maioria das vezes, o sistema digestivo de um animal fica obstruído como consequência de uma nutrição insuficiente.

Os seguintes sintomas podem ser os motivos:

  • Uma dieta desequilibrada;
  • Superalimentação;
  • alérgenos alimentares
  • Alimentos de má qualidade, etc.

Os seguintes sintomas sugerem problemas digestivos de um chihuahua:

  • Diarréia;
  • Vômito;
  • Constipação;
  • Letargia;

A perda de apetite ou relutância total em comer também são indicativos de problemas de saúde de um cachorro.

Diarréia de Chihuahua

Embora uma ocorrência individual não precise de tratamento, se a diarreia persistir por um longo período de tempo, é fundamental determinar o motivo.

A diarreia causada por ingestão excessiva, envenenamento ou consumo de alimentos de baixa qualidade ou proibidos requer atenção médica imediata.

Veja mais: Confira dicas de especialista para socializar cachorro adulto

Constipação de chihuahua

A constipação pode ser causada por uma dieta monótona, refeições processadas de baixa qualidade, fibras grossas ou ossos.

Essa condição resulta em falta de fezes e fezes secas e pretas. Como resultado, o cão fica inquieto e sente desconforto ao tentar evacuar.

Consulte o seu veterinário imediatamente se você sentir que a constipação é o resultado de um osso preso ou de um item estranho comido acidentalmente.

Também há sintomas semelhantes que podem ocorrer como resultado de infecções virais ou na presença de helmintos.

Além disso, vômitos e diarréia podem representar o esforço do corpo do cão para se livrar dos vermes que se instalaram nos intestinos. Para evitar isso, a desparasitação é importante.

Dermatite Atópica de Chihuahua

Os sintomas são semelhantes aos das alergias alimentares, mas geralmente se restringem à coceira.

É uma doença hereditária definida por uma predisposição a alérgenos encontrados no meio ambiente (poeira, pólen, mofo, etc.) que podem entrar no corpo pelos pulmões ou pela pele.

O melhor método para controlar a dermatite atópica é localizar um lar para o seu animal de estimação que tenha o menor número possível de alérgenos.

Saiba ainda: Versão eletrônica de identidade para pets é lançada em São Paulo

Sarna

O ácaro da sarna é o agente causador da doença. Os principais sintomas são os seguintes:

  • Perda de pelo;
  • Coceira;
  • Feridas na pele;
  • O apetite é limitado.

Um veterinário irá prescrever o tratamento. Pode assumir a forma de injeções ou tratamentos externos, como pomadas ou loções.

A casa deve ser bem limpa e a cama do cachorro deve ser destruída ou pelo menos desinfetada.

Problemas com a queda de pelos do chihuahua

A perda de pelo não sazonal pode ser causada por um dos seguintes:

  • Superaquecimento do cão;
  • Lavar frequentemente;
  • Estresse animal e condição tensa;
  • Hábitos alimentares não saudáveis;
  • Deficiência de vitaminas e minerais;
  • Doenças do fígado;
  • Doenças cardiovasculares e renais;
  • Alergias;
  • Parasitas estão presentes.
  • Inflamação da córnea

Confira aqui: Conheça “Pipi” o novo cachorro do youtuber Felipe Neto

Essa condição é definida pela inflamação da córnea do olho, que prejudica a geração de fluido lacrimal.

Pode desenvolver-se como consequência de uma predisposição genética, infecções virais, alterações relacionadas com o envelhecimento, lesão ocular ou cirurgia ocular falhada.

Sintomas da doença:

  • Opacidade e vermelhidão dos olhos;
  • Irritação;
  • Secreção ocular;
  • Piscando freqüentemente.

A terapia inadequada resulta em visão deteriorada e cegueira. Além disso, os chihuahuas costumam ser diagnosticados com:

  • Glaucoma é uma condição causada por pressão intraocular elevada.
  • Catarata – turvação do cristalino.

As doenças oftálmicas geralmente se manifestam com secreção lacrimal ou purulenta, vermelhidão ou brancura da córnea, inflamação, aparecimento de úlceras ou edema.

Tosse e espirros

Se o Chihuahua tossir persistentemente e parecer ter engasgado com alguma coisa, isso pode ser um sinal de colapso traqueal.

Essa condição, na qual a traquéia se estreita em conseqüência do amolecimento do tecido, pode ser hereditária ou adquirida em decorrência da obesidade ou sedentarismo.

O processo inflamatório que resultou no colapso da traqueia deve ser tratado clinicamente sob a supervisão de um veterinário.

Se a obesidade for a causa da doença, ele também precisará seguir uma dieta alimentar.

Além disso, a tosse, principalmente quando acompanhada de espirros, pode ser um sintoma de uma alergia, um resfriado ou uma doença viral.

Leia também: Emocionante: cachorro acompanha velório e deita em túmulo de idoso

Mau hálito

O mau hálito em Chihuahuas é causado pelo acúmulo de placa bacteriana e tártaro e pode ser uma indicação de cárie ou periodontite.

Você pode eliminar o odor desagradável usando ingredientes específicos que o neutralizem, como óleo de salsa, óleo de erva-doce e guloseimas naturais.

Reações alérgicas

Alimentos, poeira, remédios, produtos químicos e xampu podem desencadear uma resposta alérgica.

Sintomas de alergias:

  • Comichão e vermelhidão da pele;
  • Perda de cabelo;
  • Tremor;
  • Caspa;
  • Nariz correndo;
  • Tosse;
  • Espirrar.

Quanto tempo vive um chihuahua com tendência a convulsões?

Essa condição é causada por uma interrupção no funcionamento do cérebro do Chihuahua e pode ser herdada ou adquirida.

Entre as idades de 10 meses e 3 anos, ocorrem os ataques iniciais, e seu número e frequência aumentam com o tempo.

A seguir estão indicadores de que um ataque é iminente:

  • Inquietação repentina de Animal;
  • Temer;
  • Desejo de esconder.

Além disso, a boca e as patas do Chihuahua se movem continuamente durante um ataque. Apenas um veterinário pode fornecer recomendações de medicamentos e dosagem.

Se esse conteúdo foi útil para você, compartilhe em suas redes sociais com seus amigos! Também siga-nos: FacebookInstagramTwitter e Pinterest.

Veja mais: Tapete interativo para cachorro ajuda na comunicação com tutores

5/5 - (1 vote)
Renan Bernardihttps://cachorrolegal.com
Renan Bernardi é o tutor da cachorrinha "Laika". Também é jornalista e analista de conteúdos, formado em marketing pela EACH-USP, sendo uma das pessoas responsáveis por atualização de canais de comunicação do portal www.cachorrolegal.com. Renan integra o time de Marketing & Operações especializado em conteúdos sobre animais e outros assuntos relevantes, para todos os amantes do mundo pet.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES