17/05/2022
spot_img
InícioCuriosidadesCuriosidades: Como os cachorros encontram o caminho de casa

Curiosidades: Como os cachorros encontram o caminho de casa

Todos nós já ouvimos aquelas histórias incríveis sobre cachorros que encontram o caminho de casa depois de meses longe.

Uma nova pesquisa está lançando luz sobre a navegação animal, nos permitindo obter uma melhor compreensão de como diferentes animais conseguem estar de volta para suas casas.

Como os cientistas acreditam que os cachorros voltam para seus donos

Quando os cães desaparecem, é freqüentemente sugerido que uma peça de roupa ou roupa de cama seja deixada para eles; algo com um cheiro familiar.

De acordo com uma nova pesquisa, os cães dependem de cheiros familiares para navegar para casa, e esses cheiros podem levá-los muito longe.

Uma distância de dezesseis quilômetros é razoável para um cachorro seguir um cheiro, desde que as condições do vento sejam favoráveis.

Os cachorros podem se concentrar em um único cheiro (uma pessoa familiar, animal ou árvore marcada por xixi) e segui-lo por longas distâncias.

Eles navegam usando círculos sobrepostos de cheiros familiares, da mesma forma que fazemos com pings de telefone celular em torres.

Um cão que se aventura além de seu alcance imediato pode sentir o cheiro de outro cão, como um cão familiar no próximo círculo.

Isso pode direcioná-lo para um círculo contendo uma pessoa familiar, árvore ou lata de lixo de restaurante, por exemplo.

Embora deixar algumas roupas conhecidas possa ajudar seu cão a encontrar o caminho de volta para casa, isso não é uma garantia.

As trilhas de cheiro não duram indefinidamente. Para cada história que ouvimos no noticiário sobre cães voltando para casa depois de meses, há centenas que não o fazem.

Se você perder seu cão ou gato, lembre-se de colocar a roupa de cama, a cama, o pijama, o cobertor do cachorro ou o cobertor do lado de fora. Este pode ser o fator que os traz para casa.

Veja ainda: Cachorro da Anitta: Saiba Tudo Sobre o Galgo Italiano Plínio

Como os gatos e outros mamíferos se adaptam ao seu ambiente

Os gatos, como muitos outros mamíferos, provavelmente navegam usando o magnetismo.

Numerosos estudos revelaram que muitos mamíferos têm ferro nas orelhas, o que pode ajudá-los a determinar a direção magnética do solo.

O pombo é um dos animais mais notáveis, com habilidades de navegação excepcionais.

Anteriormente, acreditava-se que eles voltavam para casa usando a ponta do bico, mas estudos subsequentes descobriram que o bico estava associado ao seu sistema imunológico, não à navegação.

Um geólogo descobriu em 2013 que os pombos provavelmente estão usando ondas sonoras de baixa frequência para navegar para casa – mesmo a centenas de quilômetros de distância.

Além disso, esse fato explica por que ocasionalmente ficam desorientados durante interrupções, como ventos fortes ou jatos.

A teoria é que os pombos usam essas ondas de infra-som de baixa frequência para criar mapas acústicos de seus arredores.

Isso, permite que eles encontrem o caminho de casa mesmo quando soltos a quilômetros de seu habitat normal. – Como os pombos-correio localizam seu habitat

Acredita-se que as aves marinhas usam o sol e as estrelas como bússola, pois frequentemente ficam desorientadas durante o tempo nublado.

Veados, bovinos e arganazes provavelmente usam magnetismo, pois parecem estar orientados de norte a sul.

Ainda estamos aprendendo sobre navegação animal

Os cientistas ainda estão intrigados sobre como os cães (particularmente cães de busca treinados) podem se concentrar em um único cheiro e segui-lo sem se distrair.

E, embora acreditemos que os gatos navegam usando magnetismo da mesma forma que os pássaros, é possível que eles usem mapas mentais.

Ainda existem muitas incógnitas no mundo da navegação animal, e alguns cientistas acreditam que a evolução dotou os animais de uma abundância de maneiras de detectar campos magnéticos, muitos dos quais ainda não descobrimos.

O que sabemos é que os animais podem navegar longas distâncias sem usar mapas, mas temos a humildade de admitir que ainda não entendemos como eles fazem isso.

Gostou desse artigo? Então ajude a compartilhar em suas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Você também vai gostar: 5 dicas para passear com cachorro que todos devem saber

Rate this post
Renan Bernardihttps://cachorrolegal.com
Renan Bernardi é o tutor da cachorrinha "Laika". Também é jornalista e analista de conteúdos, formado em marketing pela EACH-USP, sendo uma das pessoas responsáveis por atualização de canais de comunicação do portal www.cachorrolegal.com. Renan integra o time de Marketing & Operações especializado em conteúdos sobre animais e outros assuntos relevantes, para todos os amantes do mundo pet.
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES